your language


". . . . Essas palavras tristes e desorganizadas escondem as lágrimas que eu espero que tu nunca vejas . . . ."







sábado, 16 de julho de 2011

o derradeiro, o último

Foi hoje o dia decidido para ver (finalmente) o último filme da saga de Harry Potter! Emoções à flor da pele, memórias e recordações felizes de dez anos de história e acção, tristeza e alegria, que culminaram nostalgicamente com este derradeiro último filme. Recordo-me de ter os meus dez anitos quando pela primeira vez, a 23 de Dezembro de 2001, fui ver o primeiro; a expectativa era imensa, falava-se tanto e tão bem. A verdade é que a sensação à meia noite desse dia, foi a mesma que senti actualmente quando sai. Arrebatador. Sem dúvida a melhor história de ficção criada até hoje. A minha infância e juventude foram marcadas pelo desenrolar de todo este percurso não só vivido pelos actores (e por mim), como também pela maioria das crianças e agora jovens adultos, que constituíram a minha geração. É com imensa pena e tristeza que vejo o fim de tudo, mas também com alegria por ter tido oportunidade de acompanhar do início ao fim toda a história. Um muito obrigado a todos os que concretizaram e ajudaram a concretizar o filme, e também um grande agradecimento a J.K. Rolling, porque sem ela nada disto se teria concretizado. Até sempre Hogwarts! 

7 comentários:

  1. Tinha eu os meus 13 aninhos quando começou esta aventura e chegou agora ao fim (snif snif) Mas também já li que a J K Rolling tá a pensar escrever mais um livrinho do Harry (siiiiim!)
    Ainda não fui ver o filminho, vou segunda e a expectativa é tãaao grande... ai!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. A caracterização após 19 anos estava uma miséria (risos).

    ResponderEliminar
  3. Estou em pulgas para ver. É pena que tenha acabado esta história épica. Senti-me um pouco desamparada depois de ter acabado o livro, e acho q me vou sentir da mesma forma quando acabar o filme.

    ResponderEliminar